domingo, 11 de setembro de 2016

O Mundo entre guerras.

Podemos dizer que esta fase se inicia em 1919, ano da assinatura do Tratado de Versalhes.  Uma das características do período é o esforço dos países europeus pela reconstrução, devido aos estragos causados pela Primeira Guerra Mundial.
Esta fase se alonga até o início da Segunda Guerra Mundial (1939). Alguns estudiosos do período preferem dizer que o “Entre Guerras” seria uma trégua longa de uma guerra só (de 1914 a 1945).
Mais importante, nesse nosso momento de estudos, é registrarmos algumas questões relativas ao espaço de tempo entre 1919 e 1939.
Estados Unidos
O país participou do conflito enviando tropas para combaterem na Europa. A participação foi mais importante no que se refere ao abastecimento das tropas da “Entente”, sobretudo as britânicas.
Sem ocorrerem combates no território dos Estados Unidos os danos da guerra foram muito pequenos, enquanto as vantagens comerciais com a vitória foram gigantescas.
A década de 1920, nos Estados Unidos, foi marcada por grande euforia de desenvolvimento e de possibilidades de enriquecimento individual. Muitos cidadãos comuns investiam na bolsa de valores, em empresas que cresciam sem parar. Fortunas eram construídas com grande rapidez.
Mas, os países da Europa avançaram na reconstrução e a concorrência mundial retornava. As empresas Norte Americanas passaram a crescer pouco ou nada.
A produção não encontrava comprador. As dificuldades das empresas foram escondidas ou disfarçadas.  O mercado de capitais (as negociações de ações de empresas na Bolsa de Valores) criou artifícios e enganou os investidores.  Mas esses disfarces não duram para sempre.
Em setembro de 1929 a Bolsa de Valores de Nova York quebrou (Crash da Bolsa). Não foi possível manter os negócios com as ações com filas de investidores para vender os seus papéis, sem que aparecessem compradores.
A sucessão falências de bancos, fábricas e empresas de todos os ramos causou crescente desemprego e enorme miséria na população. O nível de consumo ficou muito baixo. A produção econômica diminuiu em todo o país. Esse fenômeno econômico ficou conhecido como “Depressão Econômica”.                
Franklin Roosevelt
As soluções para a crise somente começaram a surgir quando foi eleito, para a presidência dos Estados Unidos, Franklin Roosevelt. Ele lançou um plano de recuperação chamado New Deal (novo acordo). As dificuldades da crise ainda não estavam totalmente superadas por ocasião do início da Segunda Guerra Mundial.
As consequências dessa depressão atingiram quase o mundo todo. A reconstrução da Europa foi interrompida, o que estimulou o crescimento ou surgimento de regimes políticos considerados totalitários.
No Brasil, a crise Norte Americana agravou a dificuldade de comercialização do principal produto do país, o café. Esse fato acelerou o fim da Primeira República e a chegada ao poder do gaúcho Getúlio Vargas.
Clique no link abaixo para assistir ao vídeo que conta como os Estados unidos entraram em crise.

Regimes políticos Totalitários.

Benito Mussolini
Os totalitarismos tentaram impor controles sobre todas as práticas da sociedade com medidas autoritárias, perseguição e eliminação da oposição, censura e imposições de regras sobre a vida cultural, esportiva, lazer, e tudo mais. Usava a propaganda para estabelecer padrões desejáveis pelos líderes governamentais e nacionalismo exacerbado.
Joseph Stalin
Encontramos como os mais destacados regimes totalitários dessa fase o Fascismo (Itália), o Nazismo (Alemanha), ambos mantinham o capitalismo (considerados como de extrema direita), mas também o Stalinismo (URSS), que defendia o socialismo (considerado de extrema esquerda).
Adolf  Hitler
Não podemos deixar de registrar as realidades políticas de Portugal (Salazarismo) e da Espanha (Franquismo) que se aproximavam muito das ideias fascistas de Benito Mussolini (Itália).

Todas essas ideias políticas influenciaram movimentos políticos em todas as regiões do mundo. Na Europa, contribuíram para a eclosão da Segunda Guerra Mundial.

Assistam aos vídeos abaixo para encontrarem informações a respeito de Totalitarismo e de Nazismo.











Nenhum comentário:

Postar um comentário